segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Comemorada com grande pompa a data que marca 72 anos da independência do Líbano. A dona da InMed (que vende micro-molas para aneurismas cerebrais estava lá)

Patrícia da Rocha Rebello e seu noivo Ricardo Malcon

Ocorreu um pomposo jantar típico, com a presença do cônsul honorário Ricardo Malcon (um dos homens mais ilibados do Rio Grande do Sul) e sua noiva Patrícia da Rocha Rebello (uma grande empresária na área de produtos médicos). A Srta. Patrícia vende produtos endovasculares. Sua empresa InMed representa a marca Meditronic (na área endovascular). Ele também atua forte em  Santa Catarina, Paraná e São Paulo. Nestes estados ela tem participação acionária em empresas (representações) que vendem produtos endovasculares.

O Blog IMPRENSALIVRERS está tentando descobrir por quais motivos sua empresa (Inmed) está sendo "observada" pela CPI das Próteses e dos Medicamentos da Assembleia Legislativa. 

Há documentos da CPI que pedem sua convocação!!! Uma injustiça!!! A InMed não paga comissão para seus neurocirurgiões!!! A dona da InMed não permite condutas erradas nas suas empresas!!!

O Blog descobriu que a CPI possui um Pen Drive que está sendo muito bem analisado... O Pen Drive tem muitas informações e números... O Pen tem o nome de famosos neurocirurgiões do Rio Grande do Sul e de outros estados.  A sua InMed vendeu em 2010 muitas micro-molas no Hospital Parque Belém. 

Nos Estados Unidos a poderosa MEDITRONIC é investigada. Aqui também é. Nos Estados Unidos a MEDITRONIC é investigada por pagar propina para médicos.  Temos absoluta certa que a InMed e as outras empresas da Srta. Patrícia é socia não há pagamento de propina de espécie alguma.

Temos certeza que os esquemas que a MEDITRONIC supostamente fez nos Estados Unidos não faça no Brasil. O Brasil é um país sério e os dirigentes da MEDITRONIC no Brasil sabem disso. É por isso que eles foram investigados pela CPI da Máfia das Órteses e Próteses no Brasil da Câmara dos Deputados. Foram investigados para explicar sua conduta e sua inocência aqui no Brasil. Aqui não é o Estados Unidos!!! Aqui é um país de gente séria!!! 

Aqui no Brasil os médicos não recebem e os representantes da MEDITRONIC não pagam comissão!!!



Ordem do Dia nas Comissões


CPI - MÁFIA DAS ÓRTESES E PRÓTESES NO BRASIL
55ª Legislatura - 1ª Sessão Legislativa Ordinária

PAUTA DE REUNIÃO ORDINÁRIA EM 30/6/2015 às 14h43

Audiência Pública para a tomada de depoimento dos(as) Senhores(as):

Oscar Porto, Medtronic Comercial Ltda.
(Requerimento 181/2015)


Ética: Artigo aborda conflitos de interesses entre médicos e indústria
Publicação reflete sobre a prática de profissionais de saúde que expõem pacientes a procedimentos desnecessários em troca de comissões
Com informações da Folha de São Paulo
No meio médico, casos de cirurgiões que recebem comissões da indústria por indicarem seus produtos não é novidade. Recentemente, o Ministério Público Federal denunciou à Justiça dois médicos de Uberlândia (MG) acusados de implantar desnecessariamente marcapassos em pacientes da rede pública em troca de propina. De acordo com a denúncia, os profissionais envolvidos recebiam de 5% a 10% do valor do produto. Em alguns casos, a propina já chegou a mais de R$ 48 mil. Em cirurgias de coluna, por exemplo, o preço do material pode chegar a R$ 200 mil, e o bônus pago a médicos varia entre 10% e 20% do valor.

Segundo artigo de Cláudia Collucci, publicado pela Folha de São Paulo, nos EUA, algumas cirurgias de coluna, como as de hérnia de disco, estão na mira do governo devido ao fato de que, em 2008, os custos com o procedimento passaram de US$ 345 milhões, em 1997, para US$ 2,24 bilhões. Além disso, existem conflitos de interesses entre cirurgiões e a indústria de próteses investigados pelo Congresso americano. A suspeita é de que médicos estariam indicando cirurgias desnecessárias em troca de comissões.

Em 2011, o Wall Street Journal divulgou um relatório onde cinco cirurgiões do Norton Hospital, no Kentucky, foram acusados de receber, cada um, US$ 1,3 milhão da Medtronic, empresa líder em dispositivos para cirurgia de coluna. Segundo informou a empresa, o dinheiro se refere a royalties, já que os médicos ajudaram no desenvolvimento dos dispositivos. Entretanto, esses médicos estão entre os que mais indicaram cirurgias no Medicare – sistema público de saúde americano. Para se ter uma ideia, os parafusos usados em colunas custam US$ 2.000. No entanto, segundo o Medicare, o custo de fabricação não passa de US$ 100. No livro “The Treatment Trap”, a autora Rosemary Gibson explica que as cirurgias estão sendo feitas desnecessariamente ou em situações em que não há evidência de que vão funcionar.

Voltando ao Brasil, onde a situação é parecida, os conselhos de medicina até reconhecem o problema, mas alegam que não há denuncias. E sem denúncia, não há investigação. O primeiro passo para mudar essa situação, segundo a articulista, seria o país aprovar, assim como nos EUA, uma lei para obrigar as indústrias de medicamentos, equipamentos, órteses e próteses a divulgar a lista de médicos que prestam serviços a elas e o valor recebido. Cerca de 12 empresas realizam este procedimento, mas por força de decisão judicial.

SISTEMA DE FIXAÇÃO VERTEBRAL ÔMEGA 21 FABRICADO (CLONADO) POR UMA METALÚRGICA DE CANOAS...

O fabricado pela  BIOMET, o original, o quente, o com etiqueta, o com rastreabilidade...

O fabricado pela BIOIMECAL, o Sistema de Fixação Vertebral Ômega 21,  o pirata, o falsificado, o sem etiqueta, o sem rastreabilidade...

O verdadeiro Sistema de Fixação Vertebral Ômega 21 é fabricado pela Biomet Spain Orthopaedics, S.L.

O nosso pirata é "fabricado" em Canoas, por uma conhecida metalúrgica daquela cidade...

O nosso é conhecido (no meio médico) de Sistema de Fixação Vertebral Ômega 21 da BIOIMECAL...

O LAMEF (Laboratório de Metalurgia Física da Universidade Federal do Rio Grande do Sul)  entregou na CPI da Máfia das Próteses da Assembleia, provas científicas que o implante vendido pela INTELIMED numa vítima da Máfia, era um implante pirata. Um implantes falsificado. Era um Sistema de Fixação Vertebral Ômega 21, fabricado em Canoas. Um verdadeiro BIOIMECAL...

O pessoal da INTELIMED teve problemas com o Hospital Geral do Exército de Porto Alegre. Lá ele vendeu muitos Ômegas 21 por preços altíssimos... Será que eram falsos também??? O cirurgião que colocava os implantes Ômega 21, no Hospital Geral do Exército de Porto Alegre era o Dr. Evando Porto. O mesmo que colocou o implante falsificado na vítima que fez denúncia na CPI da Máfia das Próteses. Coincidência???

O dono da Intelimed (Luis Souza Fidelix) curtindo o seu  luxuoso apartamento em Miami (Estados Unidos)

Qual será o motivo que a BIOMET tirou a representação da INTELIMED???

O dono da INTELIMED foi indiciado ela CPI da Máfia das Órteses e Próteses no Brasil, da Câmara dos Deputados... Qual será o motivo do seu indiciamento???

DIRETORIA DO CEJUS FIRMA CONVÊNIO COM ADVOCACIA PREVIDENCIÁRIA


O advogado Fernando Machado, foi recebido pela Presidente do CEJUS Maria Beatriz Rodrigues Machado, para assinatura de convênio para atendimento dos associados do CEJUS em Advocacia Previdenciária, criando mais uma importante opção de serviço para os associados do CEJUS.

O Dr. Fernando Machado, destacou que enfatiza em suas atividades a Advocacia Previdenciária: "É notório que o a grande preocupação do servidor, e de todo o trabalhador, é a questão da aposentadoria, o foco não é apenas fazer o processo. Há uma preocupação com a preparação da aposentadoria para alcançar o chamado encontro de contas. Este encontro é representado pelo tempo de contribuições, apontado pelas anotações na Carteira de Trabalho, o carnê de autônomo, a participação de uma sociedade empresarial, e inclusive o tempo de lide rural, que hoje integra este direito. É fundamental a reunião de todas estas comprovações documentais", assegura Machado.

O advogado Fernando Machado atende todo o Estado do Rio Grande do Sul. Sua sede é em Porto Alegre, na Av. Borges de Medeiros, 410/1408 - Centro Histórico - Fone (51) 30243434.

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

CPI DA MÁFIA DAS PRÓTESES OUVE IPERGS E PGE


A CPI que investiga a Máfia das Próteses que está atuando no Rio Grande do Sul, presidida pelo deputado Missionário Volnei (PR) ouviu, na última quinta-feira, 25/11, os depoimentos dos dirigentes do IPERGS e da Procuradoria-geral do Estado, sobre a Máfia das Próteses que atua no Estado.

O Diretor-Presidente do IPERGS, José Alfredo Pezzi Parode, falou sobre o histórico e funcionamento do instituto, enquanto o Diretor de Saúde, Alexandre Guimarães Escobar, fez uma exposição acerca da judicialização da Saúde, destacando o número expressivo de processos judiciais e os enormes gatos do IPERGS em órteses e próteses e materiais especiais.

O Diretor de Saúde falou ainda das providências tomadas pelo IPERGS, em razão de "possíveis" fraudes nesta área, com a criação de um departamento jurídico interno, junto à Diretoria de Saúde. Ele entregou à CPI da Máfia das Próteses o nome de dois médicos credenciados em cirurgias de coluna e de dois nosocômios da Capital que tiveram suas credenciais suspensas pelo Instituto por "suspeita" de procedimentos (cirurgias) irregulares.

O representante da PGE, Lourenço Orlandini, dirigente da Equipe de Saúde da Procuradoria do Domínio Público Estadual, e a Dra. Fabrícia Boscaini, da Secretaria da Saúde do Estado explicaram sobre os trabalhos que estão desenvolvendo desde 2014.

O Blog IMPRENSALIVRERS dá uma dica ao atuais dirigentes do IPERGS e da PGE: JORGE DA CAPADÓCIA...

O IPERGS deve providenciar uma auditoria nos preços praticados pelo Instituto no setor de órteses e próteses e materiais especiais. O IPERGS propicia pagamentos maiores do que o SUS

Nosso IPERGS deve estar nadando em dinheiro!!!

JUSTIÇA FEDERAL DETERMINOU O RETORNO DO ATENDIMENTO ONCOLÓGICO PELO SUS NO HOSPITAL BOM JESUS DE TAQUARA


Notícia publica no Portal da Justiça Federal

JF Novo Hamburgo (RS) determina retorno do atendimento oncológico pelo SUS no Hospital Bom Jesus

25 de novembro de 2015

A 1ª Vara Federal de Novo Hamburgo (RS) determinou ontem (24/11) o retorno do atendimento oncológico pelo Sistema Único de Saúde (SUS) no Hospital Bom Jesus, de Taquara. De acordo com a antecipação de tutela, o Estado do RS poderá voltar a utilizar, provisoriamente, os serviços, suspensos desde maio deste ano. A antecipação de tutela foi concedida pelo juiz federal Nórton Luís Benites.
A ação civil pública havia sido ajuizada pelo Ministério Público Federal (MPF) em defesa do direito à saúde dos pacientes com câncer das regiões do Vale dos Sinos e Vale do Paranhana. O objetivo seria garantir a realização de consultas, exames, cirurgias e quimioterapia enquanto a unidade hospitalar aguarda sua habilitação como Unidade de Assistência de Alta Complexidade (Unacon) junto ao SUS. O autor pleiteava, ainda, a análise e aprovação do registro junto ao Ministério da Saúde. Conforme alegou, o funcionamento provisório teria sido autorizado, mas suspenso posteriormente, por decisão imotivada da Secretaria de Saúde estadual.
Durante audiência realizada no início do mês, houve tentativa de conciliação. O Executivo estadual, entretanto, solicitou mais prazo para manifestação. Afirmou estar comprometido pela busca da melhor solução para a questão, mas sustentou que o contrato para a prestação dos serviços estaria suspenso, sem aditivos. Informou, ainda, que haveria 32 pacientes da Região de Saúde 06 na lista de espera por atendimento em unidades oncológicas de Porto Alegre.
Ao analisar o caso, o magistrado destacou que a Comissão Intergestores Bipartite do Estado do RS (CIB/RS) havia decidido, em agosto de 2014, que a instituição hospitalar de Taquara deveria passar a integrar a rede estadual de atenção ao paciente oncológico, levando em conta o fato de que os oito municípios da Região de Saúde 06 ficariam melhor atendidos por um serviço sediado no seu território. “Desses oito municípios, cinco ficam a mais de 100 km de distância de Porto Alegre, destacando-se o caso de Cambará do Sul, que dista 240 km, aproximadamente, de nossa capital”, comentou.
Ele também mencionou a ausência de informações relativas a reunião ou processo administrativo que tenha culminado com uma decisão administrativa formal e fundamentada de suspensão de utilização do serviço. “A Direção do Departamento de Assistência Hospitalar e Ambulatorial estadual (DAHA) não esclarece quais seriam as razões objetivas, efetivas e do mundo real para que o serviço de Taquara não tivesse sido ainda habilitado já passados oito meses – em maio de 2015 – desde a celebração do contrato. Talvez mais importante ainda, parece olvidar a Direção do DAHA de que é atribuição da Secretaria Estadual de Saúde  – ou seja, do órgão político por si integrado – provocar, processar e tomar medidas tendentes a identificar e requerer ao Gestor Federal a habilitação de estabelecimento de saúde apto a tratar pacientes com câncer”, esclareceu.
O juiz considerou, ainda, a estimativa de 680,78 casos novos de câncer anuais a cada cem mil habitantes, o que corresponderia a cerca de 1.300 casos novos pacientes por ano na região atingida. “Antes desta decisão antecipatória, os réus foram ouvidos e realizou-se uma audiência de tentativa de conciliação, a qual, como visto, não logrou êxito. Ademais, sinale-se que não há cogitar de violação à discricionariedade da Administração, porque a presente intervenção judicial foca uma situação de ilegalidade constituída por uma postura administrativa que está a violar concretamente uma política pública de saúde de população hipossuficiente”, concluiu.
Benites deferiu o pedido de antecipação de tutela e determinou ao Estado do RS que volte a utilizar o serviço de oncologia do Hospital Bom Jesus, de Taquara, ficando responsável pelo respectivo impacto financeiro. Além disso, o réu deverá adotar as medidas administrativas necessárias ao processamento do procedimento de habilitação do Unacon e seu encaminhamento ao Ministério da Saúde até o dia 15/12. Já à União caberá examinar e decidir o processo administrativo até 31/1/2016. Em caso de descumprimento, foi fixada multa diária no valor de R$ 1 mil para o Estado e R$ 100,00 para a Secretaria Estadual de Saúde.

UNIÃO GAÚCHA EM DEFESA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL E PÚBLICA (UG) PREPARA JUDICIALIZAÇÃO CONTRA APROVAÇÃO DA PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR



A UG, na sua última reunião, firmou posição na luta contra a aprovação, pela Assembleia Legislativa, da PLC 303/2015 que cria a Previdência Complementar para servidores estaduais.

O CEJUS informou que o debate identificou pontos questionáveis no projeto, que esvaziam seu embasamento, além de elementos que ferem a Constituição, como ignorar a hegemonia entre os Poderes e quando suprime do seu texto a Lei Federal 12.618/2012, que versa sobre o tema e dispõe sobre os benefícios especiais.

CPI do Acampamento Farroupilha ouve presidente do MTG/FCG e ex-secretário Municipal da Cultura de Porto Alegre


A CPI de inquérito, instalada na Câmara de Vereadores da Capital para investigar prováveis irregularidades na aplicação de vultuosos recursos públicos nos Festejos Farroupilha, realizou oitivas com o presidente do Movimento Tradicionalista Gaúcho e da Fundação Cultural Gaúcha, Manoelito Carlos Savaris, e com o poderoso ex-secretário Municipal da Cultura, Sergius Gonzaga.

Na oportunidade, entre as questões, o presidente do Movimento, Manoelito Carlos Savaris, deu explicações quanto à contratação das mesmas empresas para a locação dos espaços de comércio de alimentação e artesanato. Além disso, ele disse que não é mais sócio da TV TRADIÇÃO, desde janeiro de 2014, quando assumiu a presidência do MTG. "Meu nome ainda aparecia como sócio devido aos trâmites demorados para homologação de alteração societária. Enquanto era sócio, nunca gerenciei recursos nem recebi nenhum tipo de remuneração". 

O ex-secretário Municipal de Cultura de Porto Alegre, Sergius Gonzaga, apontou que esteve no cargo de 2005 a 2012 e que, desde governos anteriores, já era feito o convênio entre a sua pasta e o MTG/FCG. Ao responder o questionamento sobre a elevação do valor na contratação de banheiros químicos, de um ano para outro e com a mesma empresa. Sergius afirmou que "acredita que o preço para a licitação é definido por meio da média das demais licitações feitas pela SMC para outros eventos".

Na reunião da CPI, também ficou definido pelos parlamentares que a vice-presidente da CPI continua sendo a vereadora Mônica Leal e novo relator será o vereador Cláudio Janta. A Comissão tem como prazo para encerramento dos trabalhos o dia 08 de dezembro.

O vereador Bernardino Vendruscolo, que é o presidente da CPI, está convencido que existe muitas coisas para serem ainda explicadas pelos dois depoentes...

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

EMBOLIZAÇÕES SUSPEITAS E MORTAIS!!!

Aqui está uma vítima fatal das micromolas...

Um poderoso nosocômio de Porto Alegre está sendo bem observado por autoridades competentes...

Uma empresa que vendo as micromolas para aneurisma cerebrais também está sendo bem observada...

O Dr. Mola ou EMBOLIZADOR-MOR é o alvo juntamente com a Srta. MOLEIRA...

Dizem que os dois estão plantando suas sementes no Moinhos...

A nova direção do poderoso nosocômio já foi avisada. Como o Blog acredita que o novo comando do nosocômio é composto por pessoas ilibadas, certamente, agirão rápido para terminar com a festa do Dr. Mola...

No poderoso nosocômio há uma alto índice de embolizações. Os procedimentos de clipagem caíram assustadoramente no poderoso nosocômio, o que está causando muitas suspeitas. Os procedimentos por clipagem são no máximo 4%. Os procedimentos por embolizações (micromolas) é de 96% naquele estabelecimento hospitalar...

No país os procedimentos por embolização (micromolas) é de 50%. Os outros 50% são procedimentos por clipagem. Principalmente no SUS...

Algo estranho está ocorrendo no poderoso nosocômio...

O Dr. Mola é sócio de algumas Clínicas que repassam pacientes para ele...

O Dr. Mola ou Embolizador-Mor possui participação acionárias em várias Clínicas...

100% na primeira
70% na segunda
28,3% na terceira
12,5% na quarta

É um Rio Amazonas de pacientes que estão sendo encaminhados ao Dr. Mola. O negócio dele é colocar micromolas...

O Dr. Mola utiliza micromolas da empresa da Srta. Moleira...


Os tentáculos dos dois já estão em Santa Catarina, Paraná e São Paulo...

A Srta. MOLEIRA já teve sérios problemas com o IPERGS... 

O Blog sabe como a Srta. MOLEIRA resolveu o seu grave problema no IPERGS...

Cuidado pessoal do poderoso nosocômio!!!

Cuidado pessoal do Moinhos!!!

Concessionárias explicam dificuldades para religamento da energia depois dos temporais


A demora das concessionárias no religamento da energia elétrica depois dos severos temporais ocorridos no Rio Grande do Sul, em especial no mês de outubro foi debatido em audiência pública na Comissão de Economia, Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, presidida pelo deputado ADILSON TROCA (PSDB). A proposição do deputado JOÃO FISCHER (PP) reuniu os dirigentes das três concessionárias que distribuem energia no Estado, RGE, AES SUL e CEEE, vereadores de diversos municípios da Região Metropolitana e Vale dos Sinos, onde houve registro de interrupção do serviço por até três semanas. 

O Blog já identificou quem está fazendo negócios numa área vital (Saúde). O rolo é no Estado



Em breve o Blog IMPRENSALIVRERS relatará com detalhes os negócios NÃO REPUBLICANOS que um alto dirigente que atua na área da Saúde do Estado está praticando. O professor não perde por esperar...

Prefeituras e Secretários Municipais da Saúde é seu alvo!!!

O Diretor-Lobista vai ter um "presente" do Papai Noel...

Problemas graves estão ocorrendo num Centro de Funcionários (é Poder Legislativo)


Está ocorrendo demissões em massa no tal Centro. O novo presidente gosta de um palavra: NEPOTISMO. Seu cunhado agradece...

Em breve o Blog relatará com mais DETALHES o assunto...

terça-feira, 24 de novembro de 2015

Operação Lava-Jato: Polícia Federal prende o "pecuarista" e grande empresário Bumlai em Brasília


A prisão de BUMLAI, faz parte da 21ª fase da Operação Lava-Jato. A atual etapa foi apelidada de Operação Passe Livre e tem 25 mandados.

A PF prendeu nesta terça, 24/11, em um luxuoso hotel de Brasília, o "pecuarista" JOSÉ CARLOS BUMLAI, na 21ª fase da Operação Lava-Jato. A prisão é preventiva, que não tem data para vencer. O "pecuarista" será levado para Curitiba.

Pecuarista do Mato Grosso do Sul e empresário do setor sucroalcooleiro, BUMLAI tinha acesso ao gabinete de LULA durante os 8 anos em que o petista comandou o Brasil. Os dois se conheceram em 2002, apresentados pelo ex-governador do Mato Grosso do Sul, Zeca do PT, e estreitaram a relação nos anos seguintes.

O lobista FERNANDO SOARES, vulgo FERNANDO BAIANO, afirmou em depoimento ao MPF que repassou R$ 2 milhões a BUMLAI referente a uma comissão a que o "pecuarista" teria direito por supostamente pedir a intermediação de LULA em uma negociação para um contrato em que BUMLAI afirmou a ele que o dinheiro seria utilizado para pagar uma dívida imobiliária de uma das noras de LULA...

Membros da suposta Máfia das Próteses fogem novamente da CPI. A Brigada Militar fez visitas nas empresas deles...

Luiz Souza Fidelix, dono da Intelimed

Francisco Dambrós, dono da Improtec

Os donos das empresas INTELIMED e IMPROTEC, que vendem implantes de ortopedia, deixaram de comparecer novamente à CPI da Máfia das Próteses da Assembleia Legislativa, na última segunda-feira, 23/11, justificando estarem fora do Estado em compromissos agendados anteriormente a suas convocações.

Pela IMPROTEC, deveriam prestar depoimentos e esclarecimentos seus representantes legais, FRANCISCO JOSÉ DAMBRÓS e seu filho HENRIQUE DAMBRÓS, que compareceu, mas foi dispensado por necessitar, a CPI, ouvi-lo juntamente com seu papai.

Pela INTELIMED deixaram de comparecer LUIZ SOUZA FIDELIX e seus filhos: LUCAS MANSUR FIDELIX e PEDRO MANSUR FIDELIX.

Os filhos do Sr. LUIZ são donos da MEDTOOLS. Empresa que está sendo investigada pela CPI...

Devido as audiências, o relator da CPI, deputado ENIO BACCI (PDT), sugeriu nova convocação de testemunhas para a semana que vem, lembrando que a CPI tem poder para, inclusive, solicitar a prisão dos mesmos por desacato e desobediência.

Antes de serem justificadas estas ausências por seus representantes durante a reunião da CPI da Máfia, a Brigada Militar já havia ido buscá-los de forma coercitiva, na ocasião em que não foram encontrados.

Viaturas da Brigada esperando ordem para buscar os fujões...

Também foram ouvidos na última segunda-feira, 23/11, o dono da empresa PROHOSP, o Sr. LARSON HERMILO STREHL e o médico ortopedista de coluna ILÍDIO JOSÉ THEISEN. 

Larson Hermilo Strehl

A PROHOSP é investigada pela POLÍCIA FEDERAL e pelo MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL por graves suspeitas... O MPF acredita que eles falsificam implantes ortopédicos...

O Sr. LARSON afirmou (sob juramento) na CPI da Máfia das Próteses da Assembleia, que sua "fábrica" não foi fechada pela ANVISA. O Sr. LARSON afirmou que fechou sua "fábrica" de implantes ortopédicos porque assim desejou. Fechou para entrar no ramo de importados. Mentiu para os membros da CPI...

Vejam os documentos publicados no Diário Oficial da União que comprovam que o Sr. LARSON mentiu para os deputados na CPI da Máfia das Próteses:





Publicado por Diário Oficial da União (extraído pelo JusBrasil) - 13 anos atrás
considerando o art. 1º,  e 68 da Lei n.º 6.360, de 23 de setembro de 1976, combinado com os artigos ,10 e 35 do Decreto n.º 79.094, de 05 de janeiro de 1977 e o art. 17, inciso X do Decreto n.º 3.961, de 10 de outubro de 2001;
considerando a Resolução RDC n.º 59, de 27 de junho de 2000;
considerando o art. 10, itens XXIX e XXXV, da Lei n.º 6.437, de 20 de agosto de 1977;
considerando , ainda, o Ofício n.º 509/2002 - SMC/DVC, Ata de Inspeção Fiscal de 30 de agosto de 2002, apresentando resultado insatisfatório com interdição total da Secretaria de Estado do Rio Grande do Sul, resolve:
Art. 1º Determinar, como medida de interesse sanitário, em todo território nacional , a suspensão de fabricação e comercialização dos produtos da empresa VIPRO INDÚSTRIA E COMÉRCIO IMPORTAÇÕES E EXPORTAÇÕES DE PRODUTOS MÉDICOS HOSPITALARES LTDA, sita à Rua Carlos Drumond de Andrade n.º 22, Vila Olímpia, Esteio/RS, por fabricar implantes e próteses ortopédicas em desacordo com as Boas Práticas de Fabricação de Produtos Médicos estabelecidas pela ANVISA.
Art. 2º Determinar a apreensão e o recolhimento de todas as unidades dos produtos expostos à venda ou entregues ao consumo pela empresa em questão e, em caráter complementar pelas Vigilâncias Sanitárias do Estados e dos Municípios
Art. 3º Esta resolução entra em vigor na data de sua publicação.
GONZALO VECINA NETO

EX-VEREADOR DO PDT DE ESTEIO É PRESO PELA POLÍCIA FEDERAL. O RAPAZ É ASSESSOR DO MINISTÉRIO DO TRABALHO E PREVIDÊNCIA SOCIAL


O Ministério do Trabalho e Previdência Social demitiu na última segunda-feira, 23/11, o assessor parlamentar FÁBIO BATTISTELLO, que foi preso pela POLÍCIA FEDERAL em Caxias do Sul por corrupção passiva. O Ministério informou em nota que abriu contra BATTISTELLO um processo administrativo disciplinar.

A PF prendeu o assessor em flagrante delito, na manhã da última segunda-feira, em Caxias do Sul. A publicação da exoneração saiu hoje, 24/11, no Diário Oficial da União, informou o Ministério.

O ex-vereador do PDT de Esteio foi detido após receber um cheque no valor de R$ 7 mil. Segundo a PF, o repasse seria para facilitar a emissão de uma carta sindical (Sindicato dos Promotores de Vendas).

De acordo com a PF, o assessor atuava em Brasília. O assessor, afirma a PF, responderá por corrupção passiva, cuja pena é de 2 a 12 anos, e multa.

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Máfia das Próteses do Rio Grande do Sul foi tema de um encontro no IPERGS.


A investigação da CPI das Próteses e Medicamentos da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul foi pauta de reunião, no Instituto de Previdência do Estado. O presidente do IPERGS, José Parode, o diretor de saúde, Alexandre Escobar, e uma equipe do Instituto reuniram-se com Oziel Alves, assessor superior da CPI, parara tratar sobre o assunto.

De acordo com Parode, a atual gestão estão disposta para esclarecer as dúvidas da CPI e fornecer as informações necessárias para o devido andamento das investigações. De acordo com Oziel, um dos principais objetivos da CPI é apurar os danos e prejuízos que o IPERGS teve com a atuação da Máfia das Próteses.

Participaram também do encontro o agente setorial da PGE (Procuradoria Geral do Estado), Claudia Kremer, o chefe de gabinete, Ivan Barreto, o presidente da Comissão Processante de Sindicância, João Vieira, o assessor da diretoria de Saúde, Paulo Gnoatto e o assessor de controle interno, Marcos Chabar.

Uma dica ao pessoal do IPERGS:  J.CAPADÓCIA...

Fonte: Assessoria da Imprensa do IPERGS

GESTÃO URBANA SUSTENTÁVEL - PEDRO WESTPHALEN PARTICIPA DE SEMINÁRIO EM SANTA MARIA


Na última sexta-feira, 20/11, o secretário dos Transportes, Pedro Westphalen, participou da abertura do V Seminário de Gestão Urbana Sustentável na Universidade Federal de Santa Maria. O evento que aconteceu na universidade, tem o objetivo de envolver a comunidade em temas que são de grande interesse público. Visam incentivar a construção coletiva das cidades em que desejamos viver, tanto no âmbito social como no ambiental. Neste ano aborda os temas: Mobilidade Sustentável, Energias Renováveis e Sustentabilidade. Pedro Westphalen apresentou as ações da Secretaria dos Transportes através do governo do estado no âmbito da infraestrutura.

CEJUS ACOMPANHA PASSO A PASSO A TRAMITAÇÃO DO REAJUSTE DA CATEGORIA




A Presidente do Conselho Fiscal do CEJUS, Jusselaine Gomes Porto, que acompanha na Assembleia Legislativa a tramitação do Reajuste dos Salários do Judiciário, juntamente com outras lideranças classistas, está acompanhando atentamente a tramitação do assunto. Os representantes classistas do CEJUS, ASJ, Sindjus, Abojeres, Aprojus, Ceape e Tribunal de Contas estão atentos e confiantes pela aprovação do reajuste da categoria

quinta-feira, 19 de novembro de 2015

Matéria publicada no Blog: propinalia.blogspot.com



É um Blog do Distrito Federal ... Será que no RS também existe pagamento de propina para nossos profissionais??? Os médicos que vão na CPI das Próteses da Assembleia do RS, dizem que não recebem propina dos nossos ilibados fornecedores... São todos Madre Teresa de Calcutá...

Leiam:

Braço do esquema criminoso envolve dezenas de empresas do DF que pagam propina para médicos e hospitais

O esquema de pagamento de propina para médicos e hospitais do Distrito Federal envolvendo o mercado de Órteses, Próteses e Materiais Especiais (OPMEs) é enorme. Várias empresas baseadas na capital da República alimenta essa rede criminosa com até 30% do valor dos materiais usados em cirurgias bucomaxilofaciais. Hoje, a equipe de PROPINÁLIA irá mostrar todas as empresas que fazem parte do esquema, já investigado pelas autoridades.

A lista dos estabelecimentos criminosos é extensa e começa pela empresa Allimed, já citada pelo nosso blog. Além dela, figuram na rede de golpistas. Quem quiser saber os nome dos envolvidos em pagamentos de propina é só acessar: propinalia.blogspot.com

O Blog Propinália ainda diz que o grupo de empresas funciona como braço de uma organização criminosa que carteliza o mercado, deixando a população e operadores de Planos de Saúde nas mãos de bandidos que visam apenas o lucro e utilizam a medicina para encher os bolsos. Diz ainda, o nosso Blog continuará monitorando as engrenagens que movimentam o mercado de materiais cirúrgicos no Distrito Federal e apontando todas irregularidades que existem. Ninguém escapará.

NO RIO GRANDE DO SUL NÃO EXISTE ESTE TIPO DE COISA. AQUI É TUDO MADRE TERESA DE CALCUTÁ...

Lá em Brasília também tem os METRALHAS DA VIDA...

Deputado Tortelli denucia: "Projeto de Danrlei é um ataque aos apicultores".


O deputado estadual Altemir Tortelli (PT) fez duras críticas, nesta quinta-feira, 19/11, ao projeto de lei de autoria do deputado federal Danrlei de Deus (PSD-RS), que propõe uma regulamentação para o exercício profissional de apicultor e meliponicultor. Conforme Tortelli, se aprovada, a medida excluirá milhares de agricultores familiares da atividade apícola. A afirmação foi realizada durante reunião ordinária da Comissão de Agricultura, Pecuária e Cooperativismo da Assembleia Legislativa. Tortelli alertou que a regulamentação proposta pelo ex-goleiro do Grêmio permitirá apenas que pessoas portadoras de diploma de ensino médio, pós-médio ou superior, com formação específica, exerçam a profissão de apicultor e meliponicultor, excluindo quase a totalidade dos agricultores familiares que desenvolvem essas atividades.

"Este projeto é uma aberração, pois está completamente desconectado da realidade dos apicultores e meliponicultores", denunciou Altemir Tortelli. Segundo o deputado estadual, exigir diploma e formação específica dessa categoria inviabilizará o trabalho de milhares de pessoas. 

CPI DA MÁFIA DAS PRÓTESES DA ASSEMBLEIA PRETENDE CONVOCAR NOVAS EMPRESAS REVENDEDORES DE IMPLANTAS PARA OITIVAS...


Serão chamados para oitivas (se tiver quórum) os representantes legais das seguintes empresas, que são distribuidores de equipamentos médicos (órteses, próteses, stents, micromolas): InMed, Tecss - Tecnologia a Serviço da Saúde Ltda, Serra Norte Implantes, Endotech Produtos Médicos, Meditronic (que é uma poderosa fabricante americana) e Qlmed.

É bom lembra que já foram aprovados os requerimentos para oitivas das seguintes empresas: PROHOSP (que foi dona da "fábrica" de implantes vagabundos VIPRO), INTELIMED (indiciada pela CPI da Máfia das Órteses e Próteses no Brasil, da Câmara dos Deputados), IMPROTEC, MEDTOOLS (que pertence aos filhos do dono da Intelimed).


Todos negam que pagam propina para seus médicos parceiros. São todos santos... São firmas sérias!!!!

OPERAÇÃO ZELOTES: MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL DEVE DENUNCIAR NOS PRÓXIMOS DIAS ACUSADOS DE ENVOLVIMENTO EM NEGOCIAÇÕES DE TRÊS MEDIDAS PROVISÓRIAS...


O MPF deve denunciar à Justiça nos próximos dias, no âmbito da Operação Zelotes, os acusados de envolvimento na negociação de três medidas provisórias que beneficiaram o setor automotivo.

A Força-Tarefa desmembrou a investigação e abriu 11 inquéritos policiais que tramitam separadamente na operação, tocada pela Receita Federal, corregedoria do Ministério da Fazenda, Polícia Federal e o próprio MPF. Cada um desses inquéritos pode embasar uma denúncia produzida pelo MPF, a ser apresentada à Justiça.

Enquanto dez deles envolvem a compra de decisões junto ao CARF (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais), principal alvo da operação, um apura o caso da MPs, normas editadas pelo presidente da República que têm força de lei e entraram em vigor imediatamente após a edição.

No inquérito que investiga as MPs, no entanto, as denúncias deverão ser feitas até o final do mês, já que a Justiça concedeu prisão de seis investigados (uma delas domiciliar). Em casos que envolvem presos, a legislação prevê 30 dias para proposição de ação penal. As prisões aconteceram no dia 26 de outubro, quando foi deflagrada a 4ª fase da operação.

PREGÕES ELETRÔNICOS: UMA FARSA!!!



ELETRÔNICO

Aguardem!!! Teremos novas novidades sobre nossos PREGÕES ELETRÔNICOS...

Conhecidos figurões vão manipular os pregões na cadeia...

CHEFE DA CASA CIVIL, MÁRCIO BIOLCHI, RECEBEU A PRESIDENTE DO CEJUS, MARIA BEATRI



A Presidente do CEJUS, Maria Beatriz Rodrigues Machado, acompanhada do Assessor Administrativo Rudimar Coromaldi e da Assistente Administrativa Daiane Mendonça Castelan, foram recebidos no Palácio Piratini pelo Chefe da Casa Civil, Deputado Federal Márcio Biolchi, e por sua Chefe de Gabinete, Dra. Cristiane.

O encontro, de caráter informal e fraternal pontuou a amizade de longa data de Maria Beatriz e Rudimar com o Deputado Biolchi. Em clima de amizade e cortesia conversaram sobre episódios da atualidade marcados pelas vocações de cada um para uma participação mais efetiva na dinâmica da sociedade gaúcha. 

terça-feira, 17 de novembro de 2015

CPI DA MÁFIA DAS PRÓTESES OUVE ABRAIDI - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE IMPORTADORES E DISTRIBUIDORES DE IMPLANTES

Cláudia Scarpim - Diretora-Executiva da Abraidi

A CPI da Máfia das Próteses e Medicamentos da Assembleia do Rio Grande do Sul, presidida pelo deputado Missionário Vonei (PR), ouviu, na última segunda-feira, 16/11, a explanação da diretora-executiva da ABRAIDI - Associação Brasileira de Importadores e Distribuidores de Implantes, sobre o cenário das OPMs,do modo de atuação da conhecida MÁFIA DAS PRÓTESES e da necessidade de uma regulamentação da comercialização de produtos e dispositivos médicos importados no Brasil. 

ÉTICA E SAÚDE - Durante sua explanação, a diretora da ABRAIDI, Claudia Scarpim discorreu sobre o projeto ÉTICA E SAÚDE, desenvolvido por aquela instituição em conjunto com o INSTITUTO ETHOS, que tem por finalidade, principalmente, a "ética", a integridade e o combate à corrupção no setor. O projeto, criado em 2013, conta atualmente com 270 empresas envolvidas e foi reconhecido pelas CPIs da Máfia das Próteses da Câmara Federal e do Senado como uma importante mobilização da sociedade civil no combate à corrupção e ao suborno.

O Blog IMPRENSALIVRERS atua fortemente no combate aos mafiosos. O Blog entende que para combater os mafiosos é necessários a colaboração dos grandes nosocômios e dos grandes Planos de Saúde.

Mais de 10% dos signatários do documento  onde se comprometem em não pagar propina para médicos, continuam pagando. No Rio Grande do Sul os órgãos investigativos conhecem bem as empresas que estão pagando propina para seus parceiros médicos...

O ÉTICA SAÚDE tem canais para receber denúncias, por meio do telefone 0800 7410015 e no site www.eticasaude.com.br 

No Rio Grande do Sul, existem, 12 denúncias contra médicos, 11 contra empresas e 9 contra estabelecimentos hospitalares, cujos nomes serão requisitados pela CPI à comissão de ética do programa, para se saber se os nomes denunciados batem com os que estão sendo investigados pela CPI da Máfia do Rio Grande do Sul.

A Máfia gaúcha já está sendo investigada pelo MPF e pela PF... 

O Blog IMPRENSALIVRERS espera que os dirigentes da ABRAIDI punam os mafiosos do Rio Grande do Sul com rigor!!!