quinta-feira, 23 de outubro de 2014

UVERGS PREVI ESTÁ SAINDO DO PAPEL


Um dos projetos mais audaciosos do presidente da União dos Vereadores do Rio Grande do Sul, SILOMAR GARCIA, o sistema de previdência complementar está saindo do papel. O projeto UVERGS PREVI já está delineado e poderá ser melhor entendido pelos vereadores e assessores através do material explicativo que já foi desenvolvido. O presidente da UVERGS, vereador SILOMAR GARCIA, sugere aos vereadores e assessores que estudem com atenção este programa para aderirem ao plano de previdência complementar que está sendo oferecido a partir de parcerias da UVERGS com grandes empresas do mercado, como é o caso da CONTAGET SEGUROS e a ICATU SEGUROS.

A UVERGS PREVI é diferente dos planos individuais disponíveis no mercado de previdência. A estrutura do Programa dá valor ao Associativismo, foca na Gestão e consolidado através da prática de Governança Corporativa. As finalidades estão centradas na preservação dos direitos dos participantes, na transparência, na facilidade de acesso as informações, na prestação de contas e na equidade das condições. Com essa visão, para oferecer esse serviço a UVERGS conta com a parceria de empresas sólidas e conceituadas nos mercados de previdência e seguros, com as quais a UVERGS definiu as seguintes responsabilidades:

CONTAGET SEGUROS estruturou o Projeto, agregou parceiros e, agora quer ajuda-lo no planejamento para alcançar seu objetivo financeiro. Com sede na cidade de São Paulo e filial em Porto Alegre atua no mercado de Seguros e Previdência Complementar, como corretora e consultoria, desde 1978. 

ICATU SEGUROS é líder entre as seguradores independentes (não ligadas a bancos de varejo) no mercado brasileiro de Vida e Previdência. É especialista em oferecer as melhores soluções de proteção e planejamento financeiro aos seus mais de 2,5 milhões de clientes. A ICATU mantém diversas parcerias, administra recursos de Previdência que ultrapassam a soma de R$ 12 bilhões. As duas figuram no topo dos mais importantes rankings financeiros de responsabilidade nacionais. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário