quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Sucateamento do Hospital Materno Infantil Presidente Vargas de Porto Alegre é caso de Polícia!!! O caso está sendo denunciado pelo Sindicato Médico do RS, pelos funcionários e pela Comissão de Saúde e Meio Ambiente da Câmara Municipal de Porto Alegre. O MP do RS está na cola do Sr. CASARTELLI...


Gravíssimas denúncias sobre o sucateamento do HOSPITAL MATERNO INFANTIL PRESIDENTE VARGAS levou os funcionários levaram o Sindicato Médico do RSm vereadores da Comissão de Saúde e Meio Ambiente da Câmara Municipal de Vereadores de Porto Alegre a acompanhar manifestações dos funcionários. É uma vergonha o que acontece naquele estabelecimento hospitalar. Os funcionários acusam o problemático secretário municipal da Saúde, CARLOS HENRIQUE CASARTELLI pelos desmandos.

Leitos desativados no HMIPV

O MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL vai também investigar o fechamento de leitos do HMIPV e o impacto para pacientes. A promotora INGLACIR DORNELLES CLÓS DELAVEDOVA, da Infância e Juventude, informou em recente reunião com o Sindicato Médico do Rio Grande do Sul que abrirá procedimento para apurar o que está ocorrendo. Tomará que ele tome uma atitude enérgica e não abafe o caso. Já que existe uma mulher de um poderoso membro de um Poder "trabalhando" como assessora no Gabinete do Sr. CASARTELLI...

Além do impacto à população pela desativação de 33% das vagas - na área psiquiátrica chega 50% (um crime!!!), o MP examinará o prejuízo aos programas de residência médica. Médicos residentes enviaram carta ao órgão apontando que não havia atitude das "autoridades" diante da redução de pacientes e da impossibilidade de fazer formação com qualidade. O Sindicato Médico reforçou os danos que o menor atendimento geram à formação de especialistas em pediatria e gineco-obstetrícia. "Volume de procedimentos é decisivo, já que a formação é em treinamento. Isso prejudicará a sociedade, que necessita de mais especialistas e bem capacitados", advertiu JORGE ELTZ, diretor do Sindicato Médico do Rio Grande do Sul. 

Esta é a competente promotora Inglacir Dornelles Clós Delavedova

A promotora informou que vai convocar o Sr. CASARTELLI, para prestar explicações. O gestor, responsável pelo desmonte do HMIPV, terá que indicar onde os pacientes estão sendo atendidos e as justificativas para a medica. Segundo o Sindicato Médico, a promotora INGLACIR disse que desconhecia que estava ocorrendo a desativação no nível apresentado pela entidade. Os dados do Sindicato são do Cadastro Nacional de Estabelecimento de Saúde (CNES), do Ministério da Saúde. Em fevereiro, vistoria da Comissão de Saúde da Câmara de Vereadores antecipou o gradativo fechamento, com "justificativa" do gestor de que não há servidores e demanda. Uma piada!!! 
Um crime!!!

Esta é esposa de um figurão de um poderoso Poder. Ele "trabalha" no Gabinete do Sr. Casartelli. Dizem tem tem uma função importante: Proteger os desmandos do rapazola!!! Ela ganha muito bem para isso!!!

Em breve daremos o nome e colocaremos a foto da misteriosa "assessora" que "trabalha" no Gabinete do Sr. CASARTELLI. Ela é esposa de um alto figurão de um poderoso Poder. Dizem que não do Poder Legislativo...

Enquanto os desmandos acontecem no HMIPV o Sr. CASARTELLI está mandando o dinheiro do Presidente Vargas para um Hospital da Restinga. Que só serve para curar dor de barriga. Uma vergonha!!! A filantropia agradece!!!


O responsável tem nome, endereço, CPF e outras coisitas mais: CARLOS HENRIQUE CASARTELLI. Será que ele é o novo exterminador da Saúde??? Enquanto os desmandos acontecem no HMIPV ele gosta de fazer fiscalizações corpo-a-corpo num determinado estabelecimento que fica na Zona Norte da capital...

Nenhum comentário:

Postar um comentário