segunda-feira, 6 de outubro de 2014

DEPOIS NÃO SABEM PORQUE PERDEM ELEIÇÕES. O 'SISTEMA' INÉDITO DE CANOAS É UMA VIGARICE!!! EM 02.03.2012, A PREFEITURA MUNICIPAL DE CANOAS LANÇOU 'SISTEMA' INÉDITO NO BRASIL, O SOFTWARE AGHOS, O MAIS 'COMPLETO' DO MERCADO...

Leandro dos Santos, o Rudinei Laranja e o prefeito Jairo Jorge...

Olha só o que eles diziam: Um sistema inédito na gestão de Saúde brasileira estará disponível desde sexta-feira (02/03/2012) a todos os usuários do SUS de Canoas. O Sistema de Teleagendamento de consultas e exames foi oficialmente lançado em coletiva de imprensa que contou com a presença do prefeito municipal de Canoas, JAIRO JORGE (PT), da vice-prefeita e secretária municipal da Saúde, BETH COLOMBO (PP), do secretário adjunto de Saúde, LEANDRO DOS SANTOS e do diretor da GSH - Gestão e Tecnologia em Saúde, RUDINEI DIAS MORERIA. Com a implantação do inédito software AGHOS, desenvolvido e implantado pela GHS... Essa matéria foi noticiada com destaque na imprensa de Canoas...

Este é o dono da GSH

Agora o MPF de Canoas está processando o prefeito, a vice-prefeita, secretários municipais de Saúde e o Procurador responsáveis pela falcatrua....

Beth Colombo, Jairo Jorge e Landro dos Santos (hoje em Fortaleza 'trabalhado' da GSH)


O procurador


Este é o queridinho do Casartelli: Marcelo Bósio, o bom moço...

O prefeito JAIRO JORGE (PT) e a vice-prefeita BETH COLOMBO (PP) podem perder mandatos e ter direitos políticos cassados. LEI FICHA LIMPA/SUJA. O 'inédito' sistema de teleagendamento para marcação de consultas nos postos de saúde de Canoas, que vem sendo alvo de denúncias graves de irregularidades desde a sua 'implantação', em 2012, levou a PROCURADORIA DA REPÚBLICA DO MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL DE CANOAS ajuizar uma AÇÃO DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA. A ação tem como RÉUS o prefeito de Canoas, JAIRO JORGE (PT), a vice-prefeita e ex-secretária municipal de Saúde, BETH COLOMBO (PP), o atual secretário municipal de Saúde, MARCELO BÓSIO, o também ex-secretário municipal de Saúde, LEANDRO DOS SANTOS (que hoje é 'funcionário' da GSH em Fortaleza) e o ex-procurador geral do município, ALOÍSIO ZIMMER JÚNIOR (que hoje advoga numa famosa e caríssima banca de advogados de Porto Alegre), assim como a empresa GSH - Gestão em Tecnologia em Saúde Ltda. O texto da ação aponta, entre outras irregularidades, a contratação SEM LICITAÇÃO da GSH, para que ela realizasse o serviço de agendamento de consultas eletivas do SUS nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) dá riquíssima cidade de Canoas, através do 'teleagendamento'. A ação de IMPROBIDADE recebeu o número 5014216-42.2014.404.77112 na 2ª Vara Federal de Canoas. Uma tremenda vigarice!!! Quem trouxe o esquema foi gente conhecida de Porto Alegre, Cristal e Pelotas... A brincadeira custou mais de R$ 18 milhões. O MPF quer o dinheiro de volta aos cofres da riquíssima cidade de Canoas. A cidade dos escândalos!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário